Como garantir a qualidade do ar na indústria?

Ponto de discussão em muito debates realizados sobre a indústria, a qualidade do ar interno é um dos assuntos mais sérios do nosso dia a dia. Isso porque ele está atrelado com a saúde, produtividade e a qualidade de vida dos colaboradores das empresas.

 

qualidade-do-ar-na-industria

 

As consequências de uma péssima qualidade do ar são graves, mas poucas indústrias dão a devida atenção a este assunto. Não cuidar desse assunto pode trazer algumas consequências ruins, como:

  • Crescimento da taxa de abstenção, ou seja, maior número de faltas decorrente da má qualidade do ar.
  • Capacidade produtiva é afetada, já que as condições não são adequadas para o trabalho
  • Imagem negativa da empresa perante aos colaboradores

Nenhum de nós gostaria de trabalhar em uma empresa que não preza pelo bem-estar do colaborador, por isso é bom estar sempre atento.

COMO IDENTIFICAR SE O AR ESTÁ RUIM?

A qualidade do ar é sempre prejudicada quando há muito acumulo de poeira, odores desagradáveis, contaminantes químicos, umidade em excesso, bem como a falta de circulação.

COMO É FEITO A MELHORIA NA QUALIDADE DO AR?

Existem alguns sistemas de ventilação industrial que oferecem maneiras de se melhorar a qualidade do ar interno. Esse sistema ajusta o posicionamento dos equipamentos para que o ar se mantenha dentro das condições aceitáveis, observando temperatura, removendo a poeira do ar e proporcionando conforto térmico.

QUEIXAS COMUNS COM RELAÇÃO A QUALIDADE DO AR

  • Temperatura muito alta
  • Temperatura muito baixa
  • Ar em movimento muito rápido
  • Ar parado
  • Alta umidade (condensação em janelas ou equipamentos);
  • Ar seco

 

SINTOMAS QUE APARECEM DEVIDO A MÁ QUALIDADE DO AR

  • Incidência constante de gripes e resfriados
  • Dores de cabeça
  • Sinusite e congestão
  • Tonturas e náuseas
  • Fadiga
  • Irritação nos olhos, nariz e garganta.

 

CUIDADO COM OS GASES IPVS

Os gases IPVS são considerados imediatamente perigoso à vida ou à saúde. Existem diversos gases explosivos e venenosos que podem ser liberados durante o processo industrial, confira alguns deles abaixo:

Formaldeído
– Pode causar danos ao sistema nervoso central, necrose renal, lesões no fígado, anemia e até paralisia.

Monóxido de Carbono
– Ao entrar na corrente sanguínea diminui a oxigenação no cérebro, no coração e em outros órgãos vitais. Outros sintomas como fadiga e confusão mental também podem prejudicar o trabalhador.

Amônia
– Muito utilizado em frigoríficos, pode causar falta de ar, vômitos, dores de cabeça e pode levar a óbito.

FALE COM A CONTECH E CONTROLE O AR DA SUA EMPRESA

A Contech oferece diversos produtos que podem ajudar a manter a qualidade do ar na sua empresa. Conheça um pouco mais sobre os equipamentos de Monitoração de gases explosivos e nocivos e elimine possíveis problemas na sua linha de produção: Clique aqui

Compartilhe:

Comentários