Saiba como tratar efluentes na indústria alimentícia

A indústria alimentícia cresceu 4,6% em 2017. Esse segmento, que cresce cada vez mais, envolve diferentes métodos como processamento, armazenamento e produção de alimentos. Uma grande questão que vem à tona é: como fazer a correta gestão dos resíduos produzidos pela indústria alimentícia?

efluentes-na-industria

Tipos de resíduos da indústria alimentícia

Laticínios

A produção de laticínios representa um potencial poluidor ao meio ambiente, causando grandes impactos ambientais. O leite em pó, por exemplo, gera resíduos com alta carga de nitrogênio e fósforo. A produção e lançamento desses efluentes podem resultar no crescimento irregular de plantas, causando, assim, a chamada eutrofização.

Sucroalcooeira

Na indústria sucroalcooeira, utiliza-se a fermentação em seus processos. Um dos resíduos produzidos é a vinhaça, o que causa a contaminação de água superficial e do meio ambiente em geral.

Abatedouros de aves, suínos e/ou bovinos

Já nos abatedouros e frigoríficos, podemos ressaltar a alta carga de matéria orgânica produzida com a lavagem de caixas de transportes de aves, sala de sangria, expedição etc. Os efluentes de bovinos e suínos são gerados nas águas de banho, currais, carcaça ou no cozimento dos embutidos.

Pescado

As cabeças, vísceras e outras partes dos peixes resultam em alta matéria orgânica, que também podem ser reaproveitadas como fertilizantes ou parte dos ingredientes para a produção de ração animal.

Grãos

E por último, e não menos importante, os resquícios do processo de grãos, como cinza e casca de arroz, podem ser reutilizadas na agroindústria como combustível e como compostagem, que se mostra uma excelente alternativa. A cinza, por sua vez, pode ser utilizada como matéria-prima na fabricação de vidros, refratários, tubos, concretos e argamassas.

Em alguns casos, os resíduos provenientes da indústria alimentícia podem vir a gerar energia de baixo custo, dependendo do tipo de tratamento aplicado.

Entenda sobre a norma NRB 10004 (2004)

A norma NRB 10004 classifica os resíduos sólidos quanto aos seus potenciais no meio ambiente e estabelece que resíduos sólidos de origem industrial, doméstica ou agrícola não podem ser lançados em esgotos públicos e corpos hídricos. Entretanto, esses resíduos que são produzidos na indústria alimentícia, podem ser utilizados como rações e fertilizantes e de outras formas também.

A importância de tratar corretamente os efluentes na indústria alimentícia

É de extrema importância tratar corretamente os efluentes recorrentes da indústria alimentícia, principalmente pela crescente preocupação com relação ao impacto desses resíduos no meio ambiente.

A CONTECH oferece ao mercado brasileiro diversas soluções de instrumentação e medição industriais para auxiliar no processo de tratamento de esgoto.

Acesse agora mesmo o site da CONTECH e faça um orçamento para garantir os melhores equipamentos para a sua indústria.

Compartilhe:

Comentários